Joker

  “O Joker de Todd Phillips compraz-se na vitimização miserabilista e Joaquin Phoenix, deixado à solta, farta-se de cabotinar na personagem do vilão de Gotham.” Eurico Barros (crítico de cinema) dixit. Eu nunca ouvi falar do Eurico e, muito provavelmente, ele nunca ouviu falar de mim. Pouco importam estes pormenores, mas como não sabia por …

Eucléctico

  Sempre me considerei uma pessoa ecléctica.   Tão depressa me dá para ler Dan Brown como para estudar Platão. Num instante, ou na mesma lista de músicas, passo do hard rock para a maior lamechice do Michael Bublé. Numa semana apetece-me tirar fotografias e, na semana seguinte, não tirar nada. Há dias em que …

O meu amigo Quentin

Sempre fui fã do Quentin, desde a altura em que recitar versículos da Bíblia – ainda que adaptados para terem mais impacto – era cool. O Pulp Fiction não foi o seu primeiro filme, mas foi o primeiro que eu vi, e desde então nunca mais fui o mesmo. Sempre me fascinou a forma como …

À tua espera

Minha querida, Escrevo-te estas palavras antes do nosso encontro, pois receio que algo possa correr mal… Assim, e por crer que desta forma me apresentarei perante ti mais confiante, deixo aqui o desabafo por escrito, não vá alguém tecê-las. Houve tantas coisas que não te disse, nas nossas conversas. Bem-dito o dia em que o …