Revenge of the Slips

20180619_142318.jpg

Filho,

Hoje a tua mãe chega-me a casa com um pacote de cuecas. Ainda ontem usavas as fraldas mais pequenas do supermercado e hoje é isto: cuecas! Escusado será dizer que foste logo abrir e quiseste experimentar o quanto antes, tal não era o teu entusiasmo em perceberes porque é que os teus pais pareciam dois tontos a quem nunca lhes tinha passado pela cabeça que o seu bebé, eventualmente, deixaria de usar fraldas e passaria para as tradicionais cuecas slip.

Eu há muitos anos que não uso umas cuecas slip, mas a julgar pelo à-vontade e conforto que revelaste logo desde os primeiros instantes, estou a considerar fazer um Back to the Slips, ou mesmo um Revenge of the Slips, agora que os anos 80 e 90 voltaram a estar na moda.

Tornar-me-ia redundante se começasse para aqui a falar de orgulho e baba. Mas como é para falar de ti, que se lixe a redundância. Que fofo ficaste com os slips vestidos! Ainda por cima, aguentaste uns valentes trinta segundos sem os sujares! Ah, coisa mais boa do pai! Trinta segundos de pura felicidade e depois o clássico: “Mamã, xixi”! E pronto, slips encharcados, t-shirt encharcada, pingos de xixi no chão e papás atarantados sem saber bem o que fazer.

Eu, como tenho sempre o modo super-papá ligado, apanhei num resguardo e embrulhei-te nele, para te levar, qual salsicha enrolada, para a casa de banho e te pôr na banheira, para tentar, o mais rapidamente possível, tirar-te a expressão de espanto que tinhas naquele momento, sem saberes muito bem o que se estava a passar. A mãe juntou-se a nós para te explicar que, quando tiveres xixi, tens de dizer aos papás (e quando for cocó a mesma coisa, que o pai quase desmaiava com o cheiro dos profiteroles que largaste no tapete no outro dia). Mas agora, pelo sim pelo não, voltas à fralda e amanhã logo experimentamos as cuecas outra vez.

Também parece que foi ontem que não falavas e te contentavas (ou pelo menos tinhas expressão de contente) com qualquer passeio que os papás escolhessem. Hoje já sabes (bem) o que queres e pedes para ir à praia, ao escorrega, a casa da avó ver o cão, a casa dos avós no Alentejo, perguntas pelos tios e pelos primos e, na esperança de que já tenha chegado o fim-de-semana, afirmas que “hoje não há cólinha” (= escola). Tão pequeno e já tão perspicaz.

Afirmas isso e muito mais, pois já vais sendo senhor do teu nariz, incluindo quando metes lá para dentro o dedo indicador e escarafunchas, como o pai te ensinou, com propriedade, sendo que costumas sempre encontrar uma alcagóita de dimensões bastante interessantes. Depois, e de dedinho bem esticado, chamas a mamã para limpar, como o pai também te ensinou, e lá vem a mãe toda satisfeita por te ouvir chamá-la, para apenas descobrir que…

Enfim, o que te quero dizer esta semana é que parece que abri e fechei os olhos e estes quase três anos passaram sem eu me dar conta. Estás cada vez mais rapazito e cada vez menos bebé. Não te falta genica, e apesar de ter saudades de quando te pegava ao colo só com um braço, tenho de admitir que me dá um gozo especial quando me apareces no escritório, às oito da manhã, a pedir-me para ouvirmos música.

Isso, e os slips.

Os slips dão-me um gozo do caraças.

8 Replies to “Revenge of the Slips”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s